PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Gestores e coordenadores da Sesa debatem planejamento para o triênio 2021-2023

3 de agosto de 2021 - 10:38 # # # # # # # #

Ascom Sesa - Texto e fotos

Capital humano, redes de atenção, modelo de governança e gestão, além de inovação tecnológica foram temas abordados no encontro

O titular da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto), gestores e coordenadores da pasta participaram, de workshop de alinhamento estratégico integrado para debater o planejamento da Rede Sesa no triênio 2021-2023. O encontro, realizado nessa segunda-feira (2), foi promovido pela escola de negócios Fundação Dom Cabral. Reuniões similares ocorrem desde 2019.

Entre os principais assuntos discutidos pelo grupo estão um modelo de investimento que seja sustentável, o desenvolvimento de lideranças e de qualificação profissional, além de um serviço de saúde conectado em rede para atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “A população está vendo a Sesa como uma órgão ético, que busca equidade e que coloca o cidadão como o centro de tudo”, afirmou o secretário Dr. Cabeto.

Para promover as mudanças desejadas até 2023, o gestor explanou quatro eixos que circundam o cidadão e que devem ser priorizados: capital humano, redes de atenção, modelo de governança e gestão, além de inovação tecnológica.

De acordo com Dr. Cabeto, a Secretaria da Saúde do Ceará está se firmando como um órgão ético e que promove serviços igualitários

O primeiro ponto engloba qualificação profissional, plano de carreiras e valorização de pessoas. O segundo, agilidade no diagnóstico e tratamento e assistência hospitalar de excelência. Para um modelo de governança e gestão desejável, busca-se, por exemplo, a consolidação do setor de Compliance. Por último, disponibilização de soluções tecnológicas integradas, agilidade do atendimento com rastreabilidade e resolutividade, além da construção de Big Data, estão entre as medidas fundamentais para melhorar a experiência da população com os serviços de saúde. Muitas das estratégias já foram colocadas em prática, como a construção das plataformas Saúde Digital e IntegraSUS, importantes aliadas no combate à pandemia da Covid-19 e à desinformação.

Regionalização

As transformações para um sistema acessível e igualitário perpassam a regionalização da Saúde, medida que integra a Plataforma de Modernização da pasta. Hospitais polo, vigilância em saúde ampliada e estruturação da Fundação Regional da Saúde (Funsaúde) – com inscrições abertas para concurso – são parte do fortalecimento proposto pela Sesa, bem como soluções digitais e de custos efetivos.