PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Saúde do Ceará confirma mais dois casos de variante Delta e recomenda autoquarentena a todos contactantes

3 de agosto de 2021 - 16:35 # # # # # # #

Ascom Sesa - Texto
Iza Machado - Arte gráfica

A variante Delta do coronavírus foi confirmada em mais dois cearenses que desembarcaram recentemente no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins. Desta forma, o Centro de Testagem de Viajantes, montado pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) para reforçar a barreira sanitária do Estado, contabiliza seis casos (todos oriundos do Rio de Janeiro) da cepa que inspira maior preocupação neste momento da pandemia. Os dois passageiros vieram da capital fluminense em diferentes voos do dia 23 de julho, um deles com escala em Guarulhos. Na semana passada, outros quatro casos haviam sido identificados.

Uma viajante de 22 anos, moradora de Jaguaretama e um residente de Ipueiras, de 20, tiveram confirmação da variante Delta, originária da Índia, divulgada na segunda-feira (2) pela Rede Genômica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Ceará em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Eles tiveram amostras positivas para Covid-19 após teste rápido realizado no desembarque na capital cearense, pelo Centro de Testagem do Aeroporto, ocasião na qual foram recomendados a cumprir isolamento de 10 a 14 dias.

A Sesa convoca passageiros e tripulantes dos voos listados abaixo a entrarem imediatamente em contato com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs/CE) pelos números (85) 98724-0455 / 98438-0480 (das 9h às 17 horas) ou comparecer, munido de cartão de embarque e documento com foto, para realização do exame RT-PCR no Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), que está de posse da listas dos viajantes.

– Voo GOL 2021 de 23/07/2021 – Rio de Janeiro → Fortaleza
– Voo LATAM 3013 de 23/07/2021 – Rio de Janeiro → Guarulhos → Fortaleza

Medidas e recomendações

Os viajantes confirmados com a variante Delta e outras variantes foram devidamente notificados e estão sendo monitorados ativamente pela Vigilância Epidemiológica da Sesa e respectivas Secretarias Municipais de Saúde. Além de manter o isolamento, eles farão novas coletas para medição de carga viral, potencial de transmissão e estudo de anticorpos. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi notificada e colabora com a facilitação de informações.

O Centro de Testagem no Aeroporto ampliou as coletas por amostragem de 5% para 20% dos cidadãos que desembarcam de voos oriundos dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. A Sesa recomenda que todos os passageiros e tripulantes que chegam nos voos com confirmação de casos de Covid-19 realizem autoquarentena de 14 dias, mesmo após exames negativos.