PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Profissionais da segurança doam sangue em evento do Hemoce realizado na sede da SSPDS

31 de agosto de 2021 - 11:22 # # # # #

Ascom SSPDS

Em parceria com Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Cogep), realizou um evento de doação de sangue, na sede da pasta, em Fortaleza. Servidores lotados na pasta e instituições vinculadas, além de colaboradores, se reuniram nessa segunda-feira (30) para a ação. A iniciativa visa promover a conscientização sobre a importância da doação de sangue, em que uma atitude simples por pessoa, e que dura minutos, pode salvar até quatro vidas. É dessa forma que o ato voluntário de doar sangue é caracterizado. No evento realizado na sede da SSPDS, 53 pessoas participaram do ato.

Secretário da Segurança Sandro Caron visita evento de doação de sangue realizado em parceria com o Hemoce

Para doar sangue com segurança, o Hemoce pontua algumas condições básicas como: estar saudável, bem alimentado, ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas, pesar acima de 50 quilos, ter entre 16 e 69 anos – com a primeira doação até 60 anos – e beber pelo menos dois copos de água antes da doação.

Cumprindo o seu papel social, o servidor da Cogep da SSPDS, Allan Saldanha Pinheiro, doou sangue pela segunda vez. Para ele, o que motiva doar o sangue é saber que vai ajudar vários pacientes. “É de extrema importância que as pessoas busquem os bancos de sangue para fazerem doação, pois muitos pacientes estão nos hospitais precisando de bolsas de sangue para poder viver. Eu saí de lá muito feliz, como também percebi a felicidade das outras pessoas diante desse lindo ato voluntário de solidariedade. Só em saber que vou poder ajudar vários pacientes com essa simples doação, me motiva a doar mais vezes”, ressaltou ele.

Antes do doador doar sangue, é necessário passar por quatro etapas de extrema importância. A primeira é fazer um cadastro com um documento de identificação oficial, com foto ou cópia autenticada.


Pré-triagem

A pré-triagem é o nome da segunda etapa, em que o doador participa. Na ocasião, é avaliada a sua frequência cardíaca, temperatura, pressão arterial, nível de hemoglobina e peso. Passando dessa etapa, o doador passa por uma triagem clínica, em que a pessoa participa de uma entrevista individual e sigilosa com um médico(a) ou enfermeiro(a), que com honestidade, o doador responde a algumas perguntas.

Após todas essas etapas, o doador passa por outra entrevista por escrito, onde ele precisa ser sincero em todas as respostas, caso contrário o sangue não será transfundido. A doação só deve ser feita após todas as etapas serem cumpridas rigorosamente.


Agendamento

Em respeito às medidas sanitárias e de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus, o Hemoce está recebendo os doadores com hora marcada para evitar aglomerações nas unidades. Os voluntários podem agendar um horário pelo site ou pelos telefones de contato de cada unidade. Em Fortaleza, os doadores podem ligar para (85) 3101-2305 ou (85) 99681-7597 – WhatsApp.