PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Cozinhei muito na lenha, um sofrimento grande que a gente não quer passar de novo

17 de dezembro de 2021 - 18:15 # # # #

Keiliane Gomes - Ascom SPS Texto
Helene Santos Fotos

Criado pelo Governo do Ceará no início da pandemia de coronavírus, o Vale Gás Social agora é política pública permanente e contempla famílias em situação de vulnerabilidade social com a recarga gratuita do botijão de gás três vezes por ano. O benefício é executado pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e a distribuição é feita pelas Prefeituras Municipais. Em Cascavel, na Grande Fortaleza, 1.391 tíquetes já estão sendo repassados às famílias do município. No Cras Planalto, uma escala foi feita para atender os beneficiários de forma ágil e evitando aglomerações. As famílias que residem em localidades mais distantes recebem a visita das equipes da unidade que levam os tíquetes a cada residência. O importante é que os cidadãos tenham acesso ao seu benefício.

Mãe de três filhos, a trabalhadora doméstica Lidiane de Araújo Batista, 48 anos, elogia a iniciativa do Governo do Ceará. “Eu nem consigo explicar o tanto que o Vale Gás me ajuda. Do jeito que o botijão tá caro, eu já uso o dinheiro que iria pra ele pra comprar um pouco mais de comida. Cozinhei muito na lenha, era um sofrimento grande que a gente não quer passar de novo, então eu só agradeço”, revela. Regilene Nogueira, 53 anos, é marisqueira e também conhece a realidade de só contar com o fogão à lenha para preparar os alimentos em uma casa de sete pessoas. “O benefício é uma maravilha de Deus. Quando a gente não tem dinheiro pra comprar um botijão, o que sobra é a lenha, então o Vale Gás é um alívio grande”, afirma.

Neste mês de dezembro, 201.259 tíquetes do Vale Gás Social serão distribuídos pelo Governo do Ceará à população cearense. Estão aptos a receber o benefício as famílias do Cartão Mais Infância, os jovens do programa Superação e as famílias beneficiárias do Auxílio Brasil com renda per capita de até R$ 100,25. “O Vale Gás é extremamente importante para a população do nosso município. Sabemos que muitas famílias ficaram sem renda nenhuma por conta da pandemia, tornando situações que já eram difíceis, realmente precárias. Então o benefício vem para melhorar as condições de vida de muitas pessoas”, explica a coordenadora do CRAS Planalto, Jéssica Ribeiro.

Francisca Edinete da Silva, 41 anos, também reconhece a importância do Vale Gás Social. Viúva e mãe de três filhos, ela conta com a renda de trabalhadora doméstica para sustentar a casa. “O vale ajuda muito. Já uso o dinheiro do gás, que tá muito caro, para outras coisas, principalmente para comprar mais alimentos. Sou viúva e minha renda é a única da casa, então o benefício me ajuda demais”, ressalta. Aos 27 anos, Jéssica Alves é mãe de um bebê de sete meses e de outra criança de oito anos. Cada gasto precisa ser calculado pela dona de casa na ponta do lápis. “Com o dinheiro que eu economizo da compra do botijão, eu posso comprar mais alimento, principalmente leite. Tenho crianças pequenas e tudo é muito caro. O Vale Gás consegue aliviar um pouco as contas no geral”, afirma.