PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Supesp apresenta à SSPDS dados de ações das vinculadas para o combate à violência contra a mulher

11 de janeiro de 2022 - 16:25 # # # # # # #

Ascom Supesp - Texto e fotos

A Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) apresentou ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS-CE), Sandro Caron, a elaboração de um documento contendo as ações atuais (indicadores, fluxos e protocolos) dos órgãos vinculados à Secretaria na temática de violência contra a mulher.

O objetivo da apresentação, realizada pela diretora da Diretoria de Pesquisa e Avaliação de Segurança Pública (Dipas/Supesp), Manuela Cândido, foi iniciar uma análise do que pode ser enviado à Vice-governadoria do Ceará para utilização na “Oficina de Planejamento de Indicadores (parâmetros) de Risco de Violência contra a Mulher”. A oficina visa a identificação, a eleição e a validação dos indicadores, fluxos e protocolos que irão compor o Sistema de Gestão e Informação das Mulheres (Sigim), plataforma virtual, prevista na estrutura do Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência (PreVio) e que irá realizar a integração das informações sobre violência contra a mulher.

“Como a gente terminou agora o ano de 2021, é sempre bom apresentar o que foi desenvolvido e mostrar os esforços de combate à violência contra a mulher. Politicas públicas exigem esse acompanhamento pra desenvolver os projetos”, declarou Manuela Cândido. Para direcionar políticas públicas, baseadas em evidência científica, a Supesp solicitou aos órgãos vinculados à SSPDS, indicadores, fluxos e protocolos utilizados por cada vinculada para atendimento, acolhimento, orientação, interlocução e fiscalização de medidas protetivas às mulheres em situação de violência, jovens em situação de vulnerabilidade à violência, pessoa LGBTQIA+ e pessoas em situação de ameaça.

“Coube a Supesp fazer a coleta e sistematização dos números, fluxos, a fim de fornecer ciência para os órgãos de segurança trabalharem baseados em evidencia científica. Reunimos todo conhecimento num grande estudo pra apresentar à Vice-governadoria. Na apresentação, mostramos os trabalhos relacionados a todos os grupos vulneráveis. O objetivo é traçar estratégias e políticas públicas e inseri-las no PreVio”, afirmou o diretor da Diretoria de Estratégia de Segurança Pública (Diesp/Supesp), Anderson Duarte.

Supesp colabora com o PreVio

O PreVio conta com três eixos de enfrentamento e combate à violência: políticas de prevenção à violência, segurança pública qualificada e prevenção de reincidência infracional e proteção à pessoa. Em todos esses componentes, a Supesp tem participação, por meio da disponibilização de indicadores criminais, estudos socioeconômicos e territoriais, mapas socioeconômicos, além de compilar dados estatísticos que permitem traçar estratégias de policiamento por problema, em locais com índices mais elevados, além da prevenção, por meio de segurança pública baseada em evidência.