PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Plataforma IntegraSUS apresenta nova interface otimizada a partir desta segunda-feira (28)

28 de fevereiro de 2022 - 15:22 # # # # # #

Letícia Maia - Ascom Casa Civil

A partir desta segunda-feira (28), a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), apresenta nova interface. Para ampliar a transparência e otimizar o acesso a indicadores voltados à pandemia, novos filtros foram incorporados ao Boletim Epidemiológico, aprimorando as buscas por informações relevantes.

“Nós unimos, ao Boletim, os painéis relacionados aos óbitos por covid-19 e à positividade [que antes ficavam isolados]. O usuário, além de ter acesso às mesmas informações do dashboard anterior, terá maior facilidade e detalhamento”, garante a epidemiologista e responsável técnica do IntegraSUS, Daniele Queiroz.

Simultaneamente, ao incluir os óbitos na curva epidêmica, poderão ser acessados dados de mortalidade e letalidade, além de observadas associações a eventuais comorbidades.

Em relação ao acometimento pela síndrome respiratória, a nova versão traz, ainda, indicadores discriminados por diferentes grupos de faixas etárias. “Além da análise tradicional, serão disponibilizadas outras duas. Teremos uma melhor descrição de como a doença está atingindo a população de menor idade (de zero a dois anos e de três a quatro anos) e, também, poderemos analisar, de forma detalhada, o comportamento do vírus em pessoas de até 90 anos ou mais”, aponta.

Ao disponibilizar um gráfico no formato de pirâmide, a plataforma irá demonstrar, por meio da incidência, o impacto do adoecimento em cada grupo de idade. “Manteremos os números absolutos”, assegura.

Gráfico de positividade

A partir de um gráfico de positividade, outras variáveis poderão ser consultadas. “Serão detalhados casos testados e seus respectivos resultados. A natureza de cada diagnóstico também será informada, tenha sido ele obtido por teste rápido, RT-PCR, antígeno ou anticorpo. Assim, será mais fácil identificar tendências epidemiológicas”, diz.

Decisões norteadas

Queiroz explica os impactos estimados a partir das alterações implantadas. “Ao longo do seu curso, a pandemia vem mudando de cenário. Com isso, surge a necessidade de novas análises para nortear a decisão dos gestores, incluindo a do secretário da Saúde e a do governador. As novas informações epidemiológicas, a exemplo das curvas e das informações sobre os acometidos, são fundamentais”.