PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Cargos de docentes da Urca serão remanejados para servir de base para o concurso da instituição

27 de abril de 2022 - 13:46 # # # # # # #

Fhilipe Augusto - Comunicação Institucional - Texto
Nivia Uchoa - Foto

A alteração foi aprovada nesta quarta-feira (27) pela Assembleia Legislativa, após mensagem enviada pelo Governo do Ceará

Mais um passo importante para a realização do concurso da Universidade Regional do Cariri (Urca) foi dado, nesta quarta-feira (27), com a aprovação do Projeto de Lei enviado à Assembleia Legislativa pelo Governo do Ceará. A mensagem governamental aprovada pelo Legislativo tratava do remanejamento de cargos na carreira de professor do grupo de magistério superior (MAS), integrante do quadro da Urca.

O concurso público da Urca irá selecionar 184 novos professores. “A mensagem possibilita o remanejamento de cargos da Universidade Regional do Cariri para viabilizar a realização do concurso público, o maior da história do Ceará para as três universidades”, disse o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Carlos Décimo.

Os futuros servidores irão atuar nos novos campi de Barbalha, para o curso de Turismo, e Mauriti, com a graduação de Agronomia. Além disso, a Universidade criou, recentemente, o cursos de Medicina, no Campus de Crato, e Arquitetura e Urbanismo, em Juazeiro do Norte, que receberão o reforço. “Esses quatro cursos são novos na Universidade e são parte da expansão e interiorização da Urca”, explicou o titular da Secitece, Carlos Décimo.

O Estado já havia sido autorizado pela Assembleia Legislativa a realizar o remanejamento dos docentes das universidades estaduais do Ceará (Uece) e do Vale do Acaraú (UVA). As duas já tiveram os editais publicados para o preenchimento de 365 e 114 vagas, respectivamente. A medida contribui com implementação da Política Estadual de Expansão e Interiorização do Ensino Superior no Estado.

Vale destacar que, com a ampliação concretizada, o Ceará vai saltar de 16 municípios com a oferta de cursos de Ensino Superior para 23, representando um crescimento de 44%.

Com essa ação, o Governo do Ceará pretende promover a otimização, ampliação e a facilitação do acesso ao ensino público superior em todo o estado, com a consequente expansão do direito a uma formação superior de natureza pública e de qualidade, a qual se faz decisiva na construção profissional, atuando corno elemento facilitador e para o ingresso no mercado de trabalho.