PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Abobrinha italiana tem queda de 28,57% em seu preço na Ceasa Tianguá

25 de maio de 2022 - 16:07 # # # #

Kélvia Fernandes - Ascom Ceasa -Texto
Thiara Montefusco - Ascom Casa Civil - Foto

Diante de tantos aumentos que vêm acontecendo quase diariamente, registrar queda de preços em alguns produtos é sempre muito bom para o bolso do consumidor. E foi isso que mostrou o comparativo semanal entre os dias 20 e 24 de maio de 2022 da Ceasa em Tianguá, elaborado pelo Sistema de Informação de Mercado Agrícola da Ceasa-CE (Sima).

No setor das hortaliças, por exemplo, a maior queda foi no preço da abobrinha italiana (-28,57%) e saiu de R$ 1,40 para R$ 1,00/kg, seguida da beterraba de primeira (-20,0%), de R$ 2,00 para R$ 1,60/kg e do repolho roxo (-16,67%), que está R$ 5,00/kg. Preço elevado para o chuchu (+80,0%), saiu de R$ 1,00 para R$ 1,80/kg. O tomate cajá e longa vida aumentaram (+22,22%), de R$ 1,80 para R$ 2,20/kg e o pimentão de primeira (+13,66%) saiu de R$ 1,83 para R$ 2,08/kg.

Na categoria das frutas, a queda no preço do melão amarelo (-16,85%), saiu de R$ 2,73 para R$ 2,27/kg. A uva importada declinou (-16,67%), passou de R$ 12,00 para R$ 10,00/kg e o preço do abacaxi caiu (-14,23%), está custando R$ 3,00 a unidade. Já o melão japonês teve alta de (+16,48%), passou de R$ 2,73 para R$ 3,18/kg, a tangerina ponkan aumentou (+7,69%), saiu de R$ 2,60 para R$ 2,80/kg e a manga tommy (+6,25%), está custando R$ 3,40/kg.