Crimes violentos letais, roubos e furtos apresentam redução no Ceará em fevereiro

9 de março de 2017 # # #

Thiago Sampaio Repórter / Célula de Reportagem Fotos: Carlos Gibaja

 Pela primeira vez, os três índices apresentam queda simultânea dentro do programa Em Defesa da Vida

No segundo mês de 2017, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) caíram 9,4%, os Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs) diminuíram 13,9%, e os furtos acompanharam o decréscimo com 4,9% no Estado. Pela primeira vez, desde a implantação do Programa Em Defesa da Vida, em janeiro de 2014, esses três indicadores apresentaram redução no mesmo mês. Os números foram divulgados na manhã desta quinta-feira (9), pelo governador Camilo Santana, durante a reunião mensal de monitoramento, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

“Estamos com dois meses seguidos de quedas de crimes contra o patrimônio. Em janeiro tivemos crescimento no índice de homicídios, mas caiu em fevereiro, compensando um pouco, estamos com -0,3% em 2017. O importante é que esse mês conseguimos redução em todas as categorias, ainda mais englobando um período como o Carnaval. Não temos tempo a perder. Estamos monitorando, traçando estratégias, é o que temos feito em todo o nosso governo”, disse o governador.

Governador do Ceará participa de reunião da segurança pública e acompanha a apresentação do secretário da pasta. Foto: Marcos Studart

O resultado é fruto das ações desenvolvidas pela Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e por suas vinculadas – Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense. Em fevereiro de 2017, no Estado, os CVLIs caíram 9,4%, os CVPs diminuíram 13,9%, e os furtos acompanharam o decréscimo com 4,9%.

Infográfico mostra variação de crimes ocorridos no Ceará em fevereiro de 2017

O combate a roubos e furtos através de operações articuladas SSPDS apresentou resultados positivos para o Ceará em dois meses seguidos. Após a diminuição em janeiro, fevereiro também registrou redução – 13,9%, caindo de 5.977 registros, no ano passado, para 5.144, neste ano.

O secretário da Segurança, André Costa, falou das ações desenvolvidas para atingir as metas desejadas. “Estamos fazendo esse esforço para reduzir todos os índices. É uma dificuldade, pois aqui na Capital, por exemplo, temos bairros em que acontecem muito assaltos, como bairro de Fátima, mas não são áreas com grandes ocorrências de homicídios, como Genibaú, Barra do Ceará. Um exemplo do nosso esforço é a Operação Marco Zero, em atuação em bairros como Pirambu, Vila Velha e Cristo Redentor. Conseguimos a redução, sempre dentro das ações do Pacto por um Ceará Pacífico, e também sempre buscando novos investimentos. Em breve, o governador vai entregar mais 249 viaturas que vão reforçar o nosso policiamento”, disse.

Todos os territórios do Estado apresentaram redução nos CVPs (roubos) – Fortaleza (15,5%), Região Metropolitana (10,7%), Interior Norte (7,7%) e Interior Sul (14,3%). Já os furtos, em fevereiro, caíram 4,9%, no Estado, indo de 4.509 para 4.209 casos. Na Capital, os furtos caíram 9,3%, passando de 2.458, em 2016, para 2.229 ocorrências, neste ano. O foco na redução dos CVPs e rounos oi anunciado no final de 2016, após dois anos seguidos de queda nos CVLIs.

Infográfico simples informando dados da violência no Ceará em 2017

CVLIs

O indicador que mede os crimes contra vida voltou a apresentar redução no mês passado. No Ceará, a diminuição foi de 9,4% (acima da meta de 6% estabelecida no Programa Em Defesa da Vida), caindo de 297 vítimas em fevereiro de 2016 para 269 no mesmo período deste ano.

Entre os territórios, a Região Metropolitana apresentou o melhor resultado – caiu de 88 registros para 57 – uma redução de 35,2%. Em seguida veio o Interior Sul, com uma diminuição de 19%, passando de 79 para 64 CVLIs. Interior Norte e Fortaleza tiveram aumento, respectivamente, de 28,9% e 5,9%.

Caso Dandara

Durante a entrevista coletiva, o governador informou que foram presos os dois últimos suspeitos foragidos pelo crime que vitimou a travesti Dandara dos Santos. “Todos os sete foram presos e serão punidos. Foi um caso que assustou todos nós e essa tem sido a nossa luta, pela vida, não vamos tolerar qualquer ato que atente contra o ser humano. Que possamos rigorosamente dar um exemplo de punição a quem cometeu esse crime que chocou o mundo inteiro. Temos que agir com indignação”, disse o chefe do Executivo.

Dandara dos Santos, de 42 anos, foi espancada até a morte em Fortaleza. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, no Bairro Bom Jardim, e ganhou repercussão nas redes sociais após o compartilhamento do vídeo que mostra a travesti sendo agredida por um grupo de homens no meio da rua.

09.03.2017

Fotos: Carlos Gibaja

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

 

Núcleo de comunicação

  • Assessor Especial de Comunicação Chagas Vieira
  • Coordenadora de Imprensa Ana Cristina Cavalcante
  • Porta-voz Thiago Cafardo
  • Gestora de Conteúdo Wania Caldas
  • Gestor de Fotografia José Wagner
  • Fotografia Oficial Carlos Gibaja
  • Gestores de Secretarias Ciro Câmara Ana Martins Sabrina Lima
  • Comunicação Institucional Giselle Dutra
  • Gestor de Rádio Lúcio Filho
  • Gestor de TV Weberte Lemos
  • Gestor de Web Bruno Bacs
  • Gestor de Reportagem Wilson Zanini
  • Reportagem André Victor Rodrigues Thiago Sampaio Caio Faheina
  • Assessoria Primeira Dama Déborah Vanessa Wiarlen Ribeiro
  • Fotografia Ariel Gomes Marcos Studart Tiago Stille Nívia Uchôa Lia de Paula
  • Mídia Sociais Alyne Castro Daniel Santos Yuri Lobato