Educação: Governador envia três mensagens para a Assembleia Legislativa

28 de junho de 2017 # # # #

Caio Faheina Repórter / Célula de Reportagem

As mensagens perpassam o desenvolvimento de práticas ambientais nas escolas, a contratação de professores temporários e o aperfeiçoamento de Núcleos Gestores na unidades

Três mensagens para a área da educação, assinadas pelo governador Camilo Santana, estão tramitando na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Um dos documentos prevê a criação do selo “Escola Sustentável”, projeto elaborado pelas secretarias estaduais da Educação (Seduc) e do Meio Ambiente (Sema). Outra mensagem projeta a contratação temporária de professores para complementar o quadro docente das escolas da rede estadual de ensino. Além disso, um terceiro projeto busca a criação de Núcleos Gestores para otimizar alguns serviços nas unidades.

De acordo com o titular da Sema, Artur Bruno, o objetivo do selo “Escola Sustentável” é iniciar as boas práticas sustentáveis “nos primeiros anos de vida”. O secretário explica que a educação ambiental não pode ser resumida em teoria; deve haver, também, atividades práticas. “Queremos que as escolas separem resíduos úmidos e secos, que utilizem energias renováveis nos prédios das unidades, além de incentivo à arborização”, cita.

O secretário também indica que o projeto vai possibilitar uma melhor convivência da escola com a comunidade. “A escola que tiver mais de 70 pontos (a pontuação vai de 0 a 100), desenvolvendo nossos critérios, terá um selo, a ser fixado na unidade”, descreve o procedimento. Além disso, Bruno antevê premiação para as três melhores escolas no segmento. Os critérios e os prêmios serão definidos pelas secretarias responsáveis.

Uma segunda mensagem em tramitação na AL trata da contratação temporária de docentes para sanar dificuldades que impedem a fluidez do processo ensino-aprendizagem e de suporte tecnológico no Sistema de Ensino Estadual . De acordo o secretário da Educação, Idilvan Alencar, existem pendências que podem ser resolvidas com o acréscimo desses profissionais. “Temos carências que são em função de licenças, afastamentos temporários, e esses professores exercem um papel importante no contexto escolar”, afirma.

A última das três mensagens enviadas à AL prevê uma atualização e aperfeiçoamento no processo de escolha e indicação de integrantes para os Núcleos Gestores das Escolas da Rede Estadual. O projeto objetiva, principalmente, disciplinar esse processo nas escolas indígenas, quilombolas e em escolas regulares em áreas de assentamento da Reforma Agrária e de Famílias Agrícolas (EFA).