Nova Uniseg integra e amplia policiamento comunitário em cinco bairros da Capital

14 de Abril de 2018 # # # # #

Thiago Sampaio - Repórter
Carlos Gibaja e Ariel Gomes - Fotos

Reestruturar o Sistema de Segurança Pública, incluindo uma maior aproximação dos serviços ofertados pela Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Perícia Forense com a comunidade. Essa é a proposta da Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) do Ceará, que teve a sexta unidade instalada em Fortaleza na manhã deste sábado (14), pelo governador Camilo Santana, no bairro Messejana, ao lado do prefeito Roberto Cláudio. Com a ação, que integra o Pacto por um Ceará Pacífico, todo o efetivo que atendia a região foi reforçado, os equipamentos modernizados e o atendimento de policiamento comunitário incrementado.

“Eu gosto de diálogo, somos governantes que trabalhamos pra vocês. Essa questão da violência só vai ser resolvida com dedicação, parcerias, prevenção. Aqui na Messejana, antes atuavam 110 PMs e aumentamos para 226 só nessa área. Antes a unidade atuava em sete bairros e agora diminuímos para cinco, reforçando a presença da polícia. Serão 11 viaturas, quase dobramos. Nove motos, antes não tinha nenhuma, além de uma van. Há oito meses implantei o BPRaio aqui. Para isso tive que fazer licitação para comprar armas, coletes, fardamentos. Tudo isso para que possamos buscar esse Ceará pacífico que tanto queremos. Quem ama o Ceará, quem ama Fortaleza, queremos críticas construtivas, pois assim vamos fazer a diferença”, disse Camilo Santana, que fez questão de percorrer a pé as ruas do bairro para conhecer as novas instalações e trocar ideias com os moradores.

A nova Uniseg integra cinco bairros: Messejana, Pedras, Parque Santa Maria, Ancuri e Barroso. Antes dela, já foram inauguradas as unidades dos bairros Vicente Pinzón, Meireles, Conjunto Ceará, Bom Jardim e Antônio Bezerra, assim como Sobral, a primeira Uniseg do Interior. A de Juazeiro do Norte é a próxima agendada para ser entregue na próxima semana.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, lembrou que uma das principais ideias dessa iniciativa é atuar cada vez mais próximo da população. “Essa é a sexta Uniseg da capital, a sétima do Estado. O que muda na região? Vamos buscar melhorar a integração entre as forças de segurança, aumentar o efetivo. Agora contamos com motos, com uma base móvel nova, além de um trabalho comunitário que diariamente vai estar visitando as escolas e casas de mulheres que sofrem violência doméstica, para diminuirmos os números de feminicídio. Aos nossos policiais, continuem agindo com muita energia, muita dedicação, pois é isso que a população espera”.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, destaca a importância de tratar esse tema com um olhar diferenciado. “Esse é o assunto mais sério do pais. Não tem Estado em que a segurança seja o maior desafio. É grave, complexo e não tem respostas simples. Ela tem que ser tratada com seriedade, transparência, trabalho. Uniseg quer dizer mais Policia Militar, mais Polícia Civil, mais bombeiros, mais viaturas, mais tecnologia para combater o crime organizado. Aumentar a repressão é importante, mas também entender que é um problema social. Com creches, escolas, praças, areninhas trabalhamos a prevenção”.

O comerciante Renato Andrade é conhecido na principal praça do bairro pelas tapiocas que vende em variados sabores. Com o reforço na segurança, ele pode exercer o trabalho com mais tranquilidade. “Sou morador da Messejana e há dois anos e meio instalei meu ponto aqui. Gosto muito do que faço, gosto de estar perto do povo, que tem um carinho recíproco. Mas sempre tem aquele medo. E com a Uniseg a gente pode se sentir mais seguro, os riscos de acontecer alguma coisa diminuem bastante”.

Estiveram também presentes na solenidade o secretário chefe da Casa Civil, Nelson Martins; o comandante geral da Polícia Ceará, Coronel Ronaldo Viana; o comandante do BPRaio no Ceará, Coronel Márcio Oliveira; o perito geral da Pefoce, Ricardo Macêdo; o chefe da Casa Militar, Coronel Túlio Studart; o comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Heraldo Pacheco; entre outras autoridades.

Ampliando serviços

A Uniseg Messejana conta com Delegacia de Polícia Civil (6º DP), com um delegado, três escrivães e 11 inspetores, além de três viaturas e apoio plantonista da delegacia do Conjunto São Cristóvão. O Batalhão da PM teve efetivo ampliado de 110 PMs para 226 PMs, de seis para 11 viaturas, além de nove motocicletas e uma base móvel que antes inexistia; além do reformado Quartel do Corpo de Bombeiros.

Nas atividades bombeirísticas, os serviços de vistorias serão intensificados. A Perícia Forense do Ceará (Pefoce) também deverá oferecer capacitação e treinamento aos agentes de segurança pública para melhor atender às demandas da população, especialmente no tocante à preservação de local de crime.

Melhorias

O prédio do 6º DP passou por reformas, incluindo nova pintura, sinalização, reparos nos ar-condicionados, banheiros, recepção e iluminação no entorno.

As melhorias também alcançam áreas sociais nas comunidades. A Polícia Militar conta com os projetos como o “Proerd” e “Lutando Pela Paz”. O Corpo de Bombeiros conta com o “Jovem Bombeiro Voluntário” e “Bombeiro, Saúde e Sociedade”, nas praças e espaços públicos, voltado para atividades físicas com idosos.

 

Ouça

O governador Camilo Santana falou como vai ser a atuação das forças de segurança na Uniseg de Messejana.

O governador Camilo Santana destacou que cada Uniseg vai receber também um reforço de câmeras de videomonitoramento, o que tem tornado o Ceará referência nacional.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, lembrou que uma das principais ideias dessa iniciativa é atuar cada vez mais próximo da população.