PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Santana do Acaraú: Ematerce e Prefeitura assessoram venda de produtos agrícolas pela internet

30 de abril de 2020 - 16:45 # # # #

Edilmo Gurgel - Ascom Ematerce Texto
Ascom Ematerce Fotos

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), a Prefeitura Municipal de Santana do Acaraú-CE e a Cooperativa Agropecuária dos Agricultores Familiares de Santana do Acaraú (Coopasa) realizam, na sede da cooperativa, uma feira para venda de produtos agropecuários, com o objetivo de facilitar a comercialização dos produtos agrícolas, produzidos pelos associados da cooperativa. A venda obedece aos cuidados, previstos nos Decretos estadual e municipal de isolamento social, durante a pandemia do coronavírus.

A Coopasa foi criada, em 2006, com o objetivo de suprir os anseios dos produtores rurais locais na comercialização dos produtos agropecuários do município. Hoje, a cooperativa de Santana do Acaraú-CE tem 76 cooperados, de todas as localidades do município, dos quais cerca de 25 estão entregando, periodicamente, produtos, para serem vendidos, por meio das feiras, que ocorrem, semanalmente, na sede do municipal. Com a pandemia da COVID-19, estão sendo utilizadas as ferramentas whatsapp e o Chat, onde são feitas as reservas e os pedidos. As entregas são feitas, nos endereços do comprador, com dia e hora marcados.

De acordo com os técnicos da Ematerce, dos escritórios regional (Região Norte), em Sobral-CE, e o local de Santana do Acaraú-CE, a extensionista Social, Selma Alexandrino, e o Zootecnista Caio Vasconcelos, desde o início de 2020, elaboram um programa de reestruturação das atividades produtivas dos cooperados da Coopasa, com a finalidade de alinhar os conhecimentos e, com isso, ter maior profissionalização, dentro do sistema, gerando inúmeros benefícios aos cooperados.

A colaboradora Catiana Marques listou a variedade de produtos ofertados, para comercialização, tais como: mel, queijo, leite, manteiga da terra, banha de porco, frutas, verduras, cajuína, castanha-de-caju, bolos, galinha e ovos caipiras, dentre outros. Disse ainda que, para melhor orientar os clientes, a entrega será, em domicílio, sem nenhum custo adicional para os consumidores.