PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Vice-Governadoria do Ceará estuda implementação de sistema de combate à violência de gênero utilizado na Espanha

12 de março de 2021 - 10:58 # # # # #

Ascom Vice-Governadoria -Texto

Visando melhorias para o Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência (PReVio), a Vice-Governadoria do Ceará participou de encontro realizado por membros do Ministério do Interior da Espanha na última quinta-feira (11). A explanação serviu para apresentar de forma detalhada o Sistema de Monitoramento Integral para os casos de Violência de Gênero (VioGen), adotado no país ibérico desde 2007. Demais dúvidas e questões puderam ser sanadas ainda durante a reunião, que aconteceu de forma remota, através de plataforma online.

Presente na ocasião, a vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, salientou como a troca de ideias entre os países pode ser importante no combate à violência dentro da sociedade cearense. “Temos aqui no Ceará boas experiências e produtos sobre essa temática. Ouvir o que a delegação espanhola tem a dizer é importante para que possamos expandir nossa visão e sermos mais. Contamos com a colaboração de vocês”, comentou.

O VioGen atua de forma integrada, contando com informações e respaldo de vários setores espanhóis. O sistema busca unir diversas instituições, seja no âmbito policial, carcerário, judicial, forense, para que um maior número de agressões e possíveis crimes possam ser evitados. A ferramenta age na prevenção e posteriormente, se necessário, na proteção de vítimas que sofreram algum tipo de violência.

Além da vice-governadora, também participaram da apresentação a titular da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França, representantes da Polícia Militar do Ceará, do Ministério Público do Ceará e do Rio de Janeiro, e membros do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Sobre o PReVio

A iniciativa, uma expansão do Pacto por um Ceará Pacífico, tem como objetivo geral qualificar a atuação governamental na realização de projetos de prevenção social e de segurança pública, na perspectiva de redução de vulnerabilidades e de violências para públicos específicos: crianças, jovens, adolescentes gestantes, egressos do sistema socioeducativo, população LGBT e mulheres em situação de violência.

O Programa vai implementar diversas ações, tais como o Centro de Referência Cidadã, um espaço que irá ofertar cursos de qualificação profissional além de apresentar um local para a interação comunitária, e a construção de 12 Unidades Integradas de Segurança Pública (UNISEGs), prédios que comportam um efetivo de 250 policiais e que também serão utilizados para o uso social da comunidade. Estão previstas ainda: a implantação do Centro Estadual de Referência LGBT, que contará com serviço especializado e humanizado voltado à população LGBT, e a criação das Salas Lilás, voltadas para o fortalecimento da política de prevenção à violência de gênero nos municípios cearenses.