PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Quatro leis de enfrentamento à pandemia são sancionadas pelo governador

23 de março de 2021 - 20:30 # # # # #

Daniel Herculano - Ascom Casa Civil - Texto
Ascom Casa Civil, Tatiana Fortes e Carlos Gibaja - Fotos

O governador do Ceará, Camilo Santana, fez uma transmissão ao vivo em suas redes sociais na noite desta terça-feira (23) para atualizar as ações de combate à pandemia de Covid-19 no Estado. Na ocasião, sancionou quatro leis aprovadas pela Assembleia Legislativa nesse mesmo dia. São elas: a doação de oxigênio adquirido pelo Estado aos municípios cearenses, a compra de 250 mil botijões de gás para doar às famílias mais vulneráveis, o pagamento da conta de energia para 500 mil famílias de baixa renda e o pagamento das contas de energia de bares e restaurantes que constam em atraso durante o período da pandemia.

Oxigênio para hospitais dos municípios

Camilo Santana destaca a reunião que teve com representantes da empresa White Martins para normalizar o fornecimento de oxigênio para as unidades de saúde do Interior do Ceará. Reafirmou que, nas unidades do Estado, não há desabastecimento, por se utilizarem tanques com uma capacidade muito maior de armazenamento e pelo planejamento que projetou a necessidade da rede estadual com antecedência.

“Há cerca de uma semana, houve um consumo muito maior do que o normal de oxigênio nos 184 municípios cearenses, sendo que 158 deles ainda utilizam em suas unidades municipais de saúde, nos hospitais de pequeno porte, os cilindros de oxigênio como fonte de abastecimento. Com a demanda muito além do comum, as empresas que prestavam o abastecimento não tiveram a capacidade de atendê-los. Para resolver a situação, o Estado se reuniu com a direção da White Martins, que possui no Ceará uma das maiores usinas de oxigênio da América Latina. Fizemos uma negociação e compramos o oxigênio, contratamos uma outra empresa para distribuir nas cidades com caminhões pirogênios e envasar seus cilindros, tudo pago pelo Governo do Ceará”, explicou Camilo.

Leis sancionadas

Na transmissão, o governador aproveitou para agradecer à Assembleia Legislativa e ao seu presidente, deputado Evandro Leitão, pelas aprovações em tempo recorde das leis para implementar as medidas sociais que o Governo do Ceará vem promovendo tanto para acolher as famílias mais vulneráveis, quanto para proteger a economia do Estado. Para integrar a ampla lista de iniciativas de suporte neste período de pandemia em 2021, Camilo Santana sancionou nesta ocasião:

Compra de 250 mil botijões de gás, para distribuir às famílias em situação de vulnerabilidade social no Estado, através do Vale Gás Social, beneficiando 250 mil famílias;

Pagamento das contas de energia, durante dois meses, abril e maio, para todas as famílias que consomem até 100kw/hora por mês no Estado, beneficiando 500 mil famílias;

– Autorização para o Governo do Ceará comprar e fazer a doação de oxigênio para as pequenas unidades hospitalares do Interior, gerenciadas pelos municípios;

– Autorização para o Governo do Ceará efetuar o pagamento da energia dos estabelecimentos de alimentação fora do lar, como bares e restaurantes, para contas em débito durante a pandemia.

Quase 4.500 leitos

Com novos leitos abertos diariamente exclusivos para atender pacientes com Covid-19, Camilo listou que o sistema estadual de saúde e suas unidades de saúde conveniadas contam com um total de 4.456 leitos exclusivos, sendo 3.264 de enfermaria e mais 1.192 leitos de UTI. Na transmissão, Camilo afirmou que atualmente o Ceará já ultrapassou em mais de 1.400 o número de leitos exclusivos para atender pacientes com Covid do que tinha no pico da pandemia em 2020. O governador pontuou que, mesmo com o recorde de leitos, a demanda está sendo maior, com registro de pacientes na regulação, em UPAs ou em hospitais de pequeno porte, aguardando transferência.

Vacinas e Vacinômetro

Na transmissão ao vivo, Camilo já apontou que nesta semana o Ceará espera por novas doses da vacina contra Covid-19, dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI). Além disso, listou que o Estado já recebeu 10 lotes de vacinas, e que em menos de 24 horas, dentro do plano de logística elaborado pelo Governo do Estado e operacionalizado pela Sesa, os 184 municípios receberam os imunizantes de forma proporcional. O governador mostrou também os números do Vacinômetro, que contabilizam as vacinas aplicadas pelos municípios e que são atualizados diariamente pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Até às 12h desta terça-feira (22), o sistema registrou 715.159 doses aplicadas, sendo 521.709 como primeira dose e outras 193.450 em segunda dose.

“Municípios que já atingiram 80% ou mais de idosos acima de 75 anos vacinados já iniciaram a segunda fase da vacinação, para idosos de 60 a 74 anos. Só lembrando que quanto mais vacinas aplicadas, mais rápido sairemos desta pandemia”, disse o governador.

Medidas preventivas

Camilo finalizou fazendo questão de agradecer aos profissionais de saúde, dos sistemas público e privado, por seus acolhimentos e esforços para tentar salvar as vidas dos cearenses. “Nossos profissionais de saúde são verdadeiros heróis. Estamos passando por um momento desafiador. E antes de qualquer coisa lembre-se de cuidar de quem você ama. Estamos em isolamento social rígido e precisamos cumprir as medidas sanitárias em vigor. As únicas medidas preventivas que salvam vidas são praticar o isolamento social e usar a máscara. Fiquem em casa, e lembrem-se que estamos enfrentando uma variante mais agressiva do vírus, que tem atingido pessoas mais jovens. Por favor, se cuidem”, alertou.

 

Ouça

O governador Camilo Santana sancionou a matéria durante a transmissão ao vivo, além de outras medidas sociais para beneficiar os cearenses.

Camilo Santana reafirmou que, nas unidades do Estado, não há nenhum problema de desabastecimento por se utilizarem tanques com uma capacidade muito maior de armazenamento.

O governador Camilo Santana explicou a solução adotada para garantir que as pequenas unidades de saúde dos municípios cearenses tenham a garantia do fornecimento de oxigênio.

Camilo Santana listou que o sistema público de saúde e suas unidades de saúdes conveniadas contam com número de leitos superior ao do que tinha no pico da pandemia em 2020.

O governador destacou que muitos municípios cearenses já iniciaram a segunda fase de vacinação e falou da previsão de receber novos lotes de vacina.

Camilo fez questão de agradecer aos profissionais de saúde, público e privados, por seus acolhimentos e esforços para tentar salvar as vidas dos cearenses.