PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

“Efeitos correlatos da expansão das escolas seletivas” é tema de webinar nesta sexta-feira

28 de abril de 2021 - 15:37 # # # # # #

Ascom Seplag - Texto

Os “Efeitos Correlatos da Expansão de Escolas Seletivas no Ceará” é o tema de um debate com renomados economistas em webinar promovido pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) e Observatório do Federalismo Brasileiro (OFB), com apoio do Programa Cientista-Chefe em Economia/Funcap.

O debate acontecerá na próxima sexta-feira, dia 30, às 10 horas, com transmissão pelo canal da Seplag no YouTube. O apresentador será o professor de Economia, Rafael Barros, do Departamento de Estudos Aplicados (DEA) da Universidade Federal do Ceará, pesquisador do Observatório do Federalismo Brasileiro e CAEN e diretor do Educlab/UFC.

Segundo Rafael Barros, o debate tem como base a pesquisa realizada por ele e as professoras Alessandra Benevides e Zilânia Mariano, todos da Universidade Federal do Ceará. O trabalho investiga a efetividade da política cearense de construção de escolas profissionalizantes. “Particularmente, estamos interessados em entender se a construção de escolas profissionalizantes afeta indiretamente os resultados educacionais dos estudantes das escolas não profissionalizantes, chamadas de regulares”, disse Rafael Barros.

Acrescentou que esse efeito indireto pode ocorrer devido a forma pelo qual as escolas profissionalizantes matriculam seus alunos. Essa escolha ocorre por meio de um processo admissional que leva em consideração as notas dos estudantes durante o Ensino Fundamental, etapa anterior ao Ensino Médio. “Esse processo admissional acaba por reduzir a quantidade de alunos com alta performance nas escolas regulares e potencialmente impacta sobre os estudantes das regulares”, avaliou Rafael Barros.

Ele destaca a importância do tema por ao menos dois motivos, um acadêmico e outro de políticas públicas. O motivo acadêmico refere-se ao fato de ainda não existir evidência consolidada sobre o que pode acontecer com os alunos das escolas regulares, quando são submetidos a turmas com menos alunos de alta performance. “Alguns estudos indicam que isso pode prejudicar os estudantes, outros estudos indicam que pode haver uma melhoria do desempenho. Por ser uma questão aberta, nossa pesquisa contribui para essa discussão”, pontuou Rafael Barros.

O segundo motivo é que as escolas profissionalizantes representam uma política importante para o estado do Ceará, chegando a representar 17% da rede de escolas de ensino médio em 2017. Assim, é fundamental entender quais os resultados deste tipo de política, sejam eles diretos ou não. Ele ressalta que o debate sobre o tema, que deve despertar interesse da comunidade interessada, é uma iniciativa ímpar por possibilitar que políticas públicas estaduais sejam debatidas e analisadas, permitindo que ajustes, caso necessários, sejam feitos. “Raramente vemos este tipo de evento sendo promovido por governos estaduais e isso demonstra a seriedade com que o Governo do Estado do Ceará emprega as políticas públicas. Essa é a forma ideal pela qual políticas são realizadas baseadas em evidência científica”, enalteceu.

Rafael Barros destacou, por fim, o nível dos pesquisadores convidados: André Loureiro, economista sênior do Banco Mundial e PhD em Economia pela Universidade de Edinburgh no Reino Unido, e Guilherme Irffi, professor do programa de Pós-graduação em Economia no CAEN/UFC e Mestre e Doutor em Economia pelo CAEN/UFC.

O moderador do debate será Maurício Benegas, coordenador do projeto Cientista-chefe em Economia/Funcap e vice-coordenador e professor do Programa de Pós-Graduação em Economia do CAEN/UFC.