PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Pesquisa Estadual sobre população LGBT+ cearense está em fase final de coleta

18 de abril de 2022 - 13:36 # # # # # #

Ascom SPS - Texto
Ascom Casa Civil - Foto

Prefeituras e movimentos sociais que queiram participar, podem acessar o formulário na aba de destaques do site da SPS

Prefeituras e movimentos sociais que queiram participar da coleta de dados da Pesquisa Estadual sobre a população LGBT+ cearense podem acessar o formulário na aba de destaques do site da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). A pesquisa foi lançada pela Coordenadoria Especial de Políticas para LGBT e está em fase final da coleta de dados. Os dados serão processados pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) e ajudarão a construir e fortalecer as políticas públicas para pessoas LGBT+ do Estado. Para acessar o questionário, clique no link https://bit.ly/3v6enY0. A proposta é que o resultado seja divulgado até 28 de junho de 2022.

Lançada no ano passado, a pesquisa contempla dimensões de habitação; etnia e raça; deficiência; educação; trabalho e renda; saúde; segurança pública, entre outras. O questionário será aplicado e distribuído nas 14 regiões de planejamento do Estado do Ceará.

“Os resultados da pesquisa vão direcionar o trabalho da Secretaria daqui para frente, possibilitando a criação de políticas públicas efetivas para que a população LGBT+ tenha seus direitos assegurados”, ressaltou o titular da SPS, Sandro Camilo.

“O nosso intuito é conhecer nossa população, nos aspectos sociais e econômicos, para seguirmos fortalecendo e construindo essa grande rede de apoio para pessoas LGBT+ no Estado do Ceará. Esses dados nos possibilitarão ampliar as políticas públicas e trazer novos olhares e reflexões sobre este segmento da sociedade”, destacou o coordenador especial de Políticas Públicas para LGBT da SPS, Narciso Júnior.

A pesquisa é a primeira pesquisa do gênero, idealizada a partir de diferentes demandas do público-alvo, e conta com o apoio das instituições públicas estaduais e municipais, além da participação da sociedade civil organizada para sua divulgação nos diferentes municípios cearenses. Entre os parceiros das regiões estaduais estão ONGs LGBT+, atores sociais, redes, fóruns, coletivos, universidades e coordenações/diretorias LGBT+.