Uniseg 1 promove festa de dia das crianças no Grande Vicente Pinzón 

12 de outubro de 2017 # # # #

Giuliano Vandson -Gestor de Célula/Secretarias
Tiago Stille - Fotos

 Mais de 300 crianças tiveram um dia bem diferente na Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) do bairro Vicente Pinzón. Em parceria com o Ceará Pacífico, policiais militares da unidade e entes privados da comunidade organizaram, nesta quarta-feira (11), uma festa de dia das crianças.

Moradora do Titanzinho, a dona de casa,  Célia Oliveira, veio com os cinco filhos até o Vicente Pinzón participar da confraternização. “Trouxe todos meus filhos para essa festa aqui no bairro. É legal essa integração com a polícia da comunidade, nunca tinha visto isso em uma data importante como essa, uma festa organizada pra eles e pela polícia. Estou muito feliz em vir aqui, junto com a comunidade e ser bem recebida, é muito bom”.

Durante a ação, foram mostrados para a comunidade do Grande Vicente Pinzón, os projetos realizados na Uniseg, como parte do Pacto por um Ceará Pacífico. As famílias puderam assistir as apresentações musicais, teatrinho de fantoches, apresentação musical com policiais da comunidade e demonstração de karatê com crianças.

“Um momento como este é importante para materializar o sentimento de cooperação entre a polícia e a comunidade, que é o espírito da Uniseg. Essa festa é um esforço corporativo da polícia, de empresários, de pessoas de bem da comunidade, para proporcionar felicidade para essas crianças de ganhar uma pipoca, um presente, que para muitas, ainda é uma realidade muito distante”, destacou o capitão Messias Mendes, comandante do policiamento da Uniseg 1.

Parceiro no evento, o Pacto por um Ceará Pacífico atua através de ações articuladas com o poder público e a comunidade.

De acordo com a coordenadora de gestão territorial do Pacto Por um Ceará Pacífico, Carla da Escóssia, um evento de integração com a população é um passo importante para a pacificação do bairro. “Esse convívio da polícia de aproximação com a comunidade, atuando juntos em projetos sociais, somando-se as ações de estruturação realizadas pelo poder público, faz com que o bairro seja mais seguro”.