PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Ceará é líder no País na exportação de pescados

6 de setembro de 2019 - 16:46 # # # # #

Joanna Cruz - Ascom Sedet

O Ceará é líder no Brasil em exportação de pescados – peixes e crustáceos, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Economia, através da Secretaria do Comércio Exterior (Comex).

De janeiro a agosto deste ano de 2019, o Ceará exportou mais de seis mil toneladas, com faturamento de mais de US$ 47,1 milhões, ultrapassando os estados do Pará, que no mesmo período exportou US$ 36,4 milhões, e Santa Catarina, com US$ 16,1 milhões.

O destaque foi para a exportação de lagosta, que chegou ao montante de US$ 29 milhões em exportação. Isso representa mais de 50% em exportação nesse segmento. “Vale ressaltar que a lagosta inteira está bastante valorizada e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho vem desenvolvendo o Programa Lagosta Viva que irá agregar mais valor ao produto”, destacou o secretário executivo do Agronegócio da Sedet, Silvio Carlos Ribeiro.

Programa Lagosta Viva

O Programa Lagosta Viva visa fortalecer a captura e o beneficiamento da lagosta e com isso aumentar o valor em até 30% no preço final do crustáceo. Segundo Silvio Carlos, técnicos e estudantes inseridos no Programa Cientista-chefe, captaneado pela Funcap, também estão trabalhando, em parceria com o Instituto Labomar, para desenvolver novas formas de captura e a pesca em áreas até então não exploradas no Estado do Ceará.

 

 

 

Ouça

O destaque foi para a exportação de lagosta que foi o principal pescado exportado neste período, conforme o secretário executivo do Agronegócio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet), Sílvio Carlos Ribeiro.

Segundo Sílvio Carlos Ribeiro o potencial pesqueiro do Ceará tem atraído o interesse de investidores e de novas empresas na área de pesca.

Segundo Sílvio Carlos, técnicos e estudantes inseridos no Programa Cientista-chefe para desenvolver novas formas de captura e a pesca em áreas até então não exploradas no Estado do Ceará.