PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Casa da Mulher Brasileira realizou quase 25 mil atendimentos

7 de agosto de 2019 - 09:00 # # # #

SPS - Assessoria de Comunicação

No mês que a Lei Maria da Penha completa seus 13 anos de sanção, a Casa da Mulher Brasileira, equipamento vinculado à Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), já soma quase 25 mil atendimentos às mulheres em situação de violência, no Ceará. Em julho, um mês após o primeiro ano de funcionamento, a Casa alcançou 24.972 atendimentos, entre primeira vez e retorno. Apenas naquele mês, foram 2.563 atendimentos realizados.

A Casa reúne os principais serviços que uma mulher em situação de violência pode precisar. Delegacia de Defesa da Mulher, Defensoria Pública, Ministério Público, Juizado, além do atendimento psicossocial necessário são ofertados a essa mulher que busca atendimento. Além disso, por meio do setor de autonomia econômica, a SPS oferta cursos de capacitação para que essa mulher alcance a independência financeira, rompendo de vez o ciclo da violência.

Para a secretária-executiva de Políticas Públicas para Mulheres, Denise Aguiar, o número mostra que as mulheres estão se empoderando do equipamento e denunciando as ameaças e violências sofridas. “Uma das formas de enfrentarmos a violência contra a mulher é criando uma rede de acolhimento para que a mulher em situação de violência se sinta segura para denunciar e a Casa da Mulher Brasileira se traduz nesse apoio”, observa.

É no sentido de trabalhar a divulgação do espaço, que a Casa da Mulher Brasileira recebe nesta quarta (07), às 14h, evento alusivo ao aniversário da lei. O evento é promovido pelo Instituto Maria da Penha e terá apresentação do cordelista Tião Simpatia sobre a legislação. Maria da Penha, que deu nome à lei após denunciar os abusos sofridos, também estará presente no evento.